pág. 16

Tecnologia da Unopar garante qualidade dos produtos Kika

São muitos os diferenciais dos produtos fabricados pela Agropecuária Laffranchi, que possuem controle de qualidade dos laboratórios do curso de Engenharia de Alimentos da Unopar.
A responsável-técnica do laticínio, que funciona na Fazenda Experimental da Unopar, é a técnico-laticinista Carla Gollner Reis, formada pelo Instituto de Laticínios Cândido Tostes, de Juiz de Fora (MG).
Na Fazenda Experimental, localizada em Tamarana (Norte do Paraná, a 60 km de Londrina), são produzidos leite tipo B e cinco tipos de queijos: mussarela, prato, minas padrão, frescal e parmesão. Todos levam a marca Kika, que também dá nome ao laticínio.

Controle rigoroso
Carla Reis diz que, em relação ao leite, os grandes diferenciais do Kika tipo B são a fonte e o controle do produto. Por ser extraído em uma única propriedade, o leite, segundo ela, não “passeia” – uma vez ordenhado, é imediatamente processado. A fazenda da Unopar é registrada no Sistema de Inspeção Federal (SIF), do Ministério da Agricultura e Pecuária, como estábulo produtor de leite B.
O leite produzido pela Agropecuária Laffranchi tem acompanhamento de veterinários e a qualidade é controlada em laboratório, o que garante a qualidade do leite em termos nutricionais, microbiológicos e físico-químicos. Isso significa que o produto fica totalmente livre de impurezas.
Além disso, o laticínio da Unopar é dotado de uma linha de equipamentos em circuito fechado, o que não permite contato manual e nem com o ar, assegurando, assim, um nível altíssimo de higiene. Os equipamentos também têm controle automático.

Maturação é diferencial
Em relação aos queijos, prossegue Carla Reis, o processo de fabricação utiliza a melhor matéria-prima (leite ordenhado em uma única propriedade e com controle de laboratório), os melhores ingredientes e, ainda, a melhor técnica de produção. Carla Reis diz que o processo tecnológico é singular, o que o diferencia das outras empresas do mercado. A Unopar, segundo ela, adota a maturação, com períodos ideais para cada tipo de queijo. Com a maturação, o produto final perde umidade e ganha em sabor.Outra vantagem dos queijos produzidos pela Unopar, afirma Carla Reis, é o sistema de distribuição. A Agropecuária Laffranchi não utiliza serviços de terceiros.Os produtos são distribuídos em caminhão próprio, dotado de equipamentos que mantêm a temperatura ideal para o transporte.

Produção e destinação
A Fazenda Experimental mantém aproximadamente 220 vacas em lactação, das raças Pardo-Suíço, Jersey, Holandesa e Girolanda. A produção média de leite é de cinco mil litros/dia. Desse total, 2,6 mil litros são envasados em saquinhos para consumo direto e o restante é utilizado na produção dos queijos, iogurtes e doces. O Leite Kika é comercializado em Londrina, nas melhores panificadoras e supermercados.

<< Anterior | Próxima >>
Página 01 | 02 | 03 | 04 | 05 | 06 | 07 | 08 | 09 | 10 | 11 | 12 | 13 | 14 | 15 | 16 | 17 | 18 | 19 | 20 | 21 | Índice